Journal of Industrial Ecology de dezembro de 2010

Uma grande questão é colocada pelo JIE de dezembro de 2010: Biocombustíveis são carbono-neutros? Bom, em post anterior eu já havia comentado que chamar algo de carbono neutro é enganoso. Você tira o “carbono” de um poço profundo de petróleo e joga na atmosfera. O processo só seria carbono neutro SE, e somente SE, o carbono voltasse para o poço…

Bom, o Gregg Marland mostra que a produção de biocombustíveis só seria carbono neutra se nós manipulássemos as fronteiras do sistema analisado, se igualássemos o carbono queimado ao carbono incorporado em biomassa. Ocorre um pequeno problema: Como descontar da equação, ou desconsiderar, o carbono utilizado para produzir fertilizantes químicos, calcário, movimentar bombas de água…

Tem algo errado nesta conta. O biocombustível não parece ser tão sustentável quanto a propaganda…

%d blogueiros gostam disto: