Ecologia industrial e Metabolismo industrial

Metabolismo industrial é um conceito que refere-se à aplicação do princípio de balanço de massa ao sistema econômico e foi proposto primariamente por Robert Ayres.

O conceito baseia-se no estudo dos ciclos de vida materiais, desde a extração, produção e consumo até a gestão de resíduos. É possível identificar pontos de intervenção de políticas públicas por meio deste estudo.

A Análise de Fluxos Mássicos (ou Materiais) permitem aos públicos de interesse identificar pontos mais críticos para a intervenção de políticas e práticas em gestão ambiental e pode ser utilizado para avaliar o desempenho ambiental das empresas, cadeias produtivas ou setores industriais.

A Análise de Fluxos de Substâncias também pode ser aplicada a materiais específicos com possíveis implicações negativas à estabilidade ambiental. Tendo em vista o uso crescente de substâncias e metais raros nas diversas indústrias de tecnologia, a gestão de seu impacto ambiental passa necessariamente pela identificação dos fluxos de massa presentes nas cadeias produtivas.

Uma política ambiental voltada para redução de impactos de produtos ideal teria os seguintes componentes:

1. Redução ou eliminação de resíduos por mudanças em design de produtos e processos, com maior uso de reuso e reciclagem.

2. Minimizar o uso de substâncias tóxicas

3. Reduzir o uso de energia e matéria em processos industriais

4. Imitar as soluções naturais nos casos em que implique em uso mais eficiente de matéria e energia

5. Aumento da cooperação entre fornecedores e clientes

6. Desenvolver e implementar medidas para avaliar a eficiência de sistemas industriais

Um ponto interessante desta abordagem, e presente no livro “Ecological Economics and Industrial Ecology: A Case Study of Integrated Product Policy in Europe”, é que sustenta que os impactos ambientals relacionados ao consumo de produtos na Europa deveriam ser analisados sob o ponto de vista dos fluxos globais de massa no planeta.

Esta abordagem atribuiria maior peso nos impactos ambientais naqueles países que mais consomem os recursos globais. Isso me lembra o tema da exportação de impactos ambientais, que tem muito a ver com a concentração da economia europeia nos serviços e concentração dos processos industriais na China.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: