Efeitos da regulação sobre o comércio marítimo – EF

A água de lastro de navios que chegam aos EUA deverá ser tratada antes do descarte nas águas norte-americanas. A medida foi exigida pela Guarda Costeira dos EUA e a Organização Marítima Internacional imediatamente propôs medida semelhante a ser ratificada em tratado internacional.

A justificativa para adoção desta nova medida foi a ameaça ecológica, econômica e dos problemas de saúde devido à diversidade de espécies marinhas carregadas na água de lastro. 31 países, responsáveis por 27% da frota comercial global, ratificaram as medidas.

O mercado para este tipo de iniciativa foi estimado pela UBS em 7 bilhões até 2016, caso a regulação da IMO seja adotada, com cerca de 50.000 navios tendo que ser reformados para adequar-se às novas exigências de tratamento.

Este é um exemplo claro de como as regulações ambientais podem criar um mercado demandante e ainda influir positivamente na qualidade ambiental.

%d blogueiros gostam disto: