ONU lança os Princípios para Seguros Sustentáveis – Principles for Sustainable Insurance

A ONU lançou os princípios para os seguros sustentáveis, à semelhança da sua iniciativa para investimento responsável (PRI). 27 empresas de seguros, representando 10% do volume total de recursos (5 trilhões de dólares sob gestão) assinaram o PSI – Principles for Sustainable Insurance.

Quatro princípios sustentam a iniciativas:

1. Incorporar questões de gestão socioambiental relevantes na tomada de decisão

2. Trabalhar em conjunto com clientes, fornecedores e demais partes interessadas a importância da gestão de riscos socioambientais e novos produtos voltados ao tema

3. Trabalhar com reguladores e governos para promover ações sobre governança socioambiental na sociedade

4. Disponibilizar relatõrios anuais de progresso na implementação dos princípios.

De acordo com o UNEP-FI (United Nations Environment Program – Financial Initiative), “Os princípios adotam uma abordagem holística para o gerenciamento de uma ampla quantidade de riscos globais e emergentes na área de seguros, das mudanças climáticas e desastres naturais à escassez de água, insegurança alimentar e pandemias”.

Dentre as empresas que participaram da assinatura deste compromisso estão a Aviva, Aegon, AXA, Delta Lloyd, ING, Insurance Australia Group, Itaú Seguros, Mitsui Sumitomo Insurance, Munich Re, RSA, SCOR, Storebrand, Swiss Re, Tokio Marine e Nichido Fire Insurance.

Os Princípios foram desenvolvidos tendo por base a participação de diversos “stakeholders” da Indústria seguradora, governo, ONGs e Academia.

Comentário meu: ao que parece a incorporação do risco socioambiental nas atividades das empresas é um caminho sem volta. A pressão de reguladores, entidades estatais, paraestatais, sociedade e concorrentes está mudando o mercado. A transparência nas atividades das empresas é a principal pauta para os próximos anos. A parabenizar a participação do Itaú Seguros na iniciativa.

Sobre Marcio Gama

O cérebro é nossa maior especialização e nos faz humanos e complexos, capazes de pensar, gerir riscos e planejar o futuro. Nos adaptamos a todos os ambientes conhecidos e aprendemos a utilizar os recursos para nossa sobrevivência. Nesta caminhada, aprendemos a nos adaptar. Tentamos resolver os problemas que criamos e esta é a parte da nossa caminhada neste planeta, o único que temos. Sou Biólogo, Mestre em Planejamento e Gestão Ambiental e Especialista em Gerenciamento de Projetos e as análises que faço aqui refletem a minha visão sobre o tema, balizada em artigos científicos e informações de fonte fidedigna e relevantes. Espero que curtam os textos.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.