EF- Outono de 2013 – Energia Solar

A revista enfatiza o crescimento esperado do mercado no Japão e China e um crescimento menor na Europa. Com o investimento em painéis mais eficientes, também com base em investimento em C&T e inovação. Uma ameaça muito importante é a redução do preço de geração de energia por termelétricas a gás, que pode atrasar em alguns anos a viabilidade do mercado de geração de energia solar.

Os subsídios dados à indústria solar e as políticas ambientais na União Europeia, no entanto, podem dar um novo impulso às energias alternativas, especialmente à energia solar. Empresas que desenvolvem os materias para paineis, dentre químicas e de semicondutores, podem oferecer boas perspectivas de retorno.

A conferir, mas  a abordagem foi a menos otimista dentre os cinco temas.

%d blogueiros gostam disto: