Environmental Finance – Modelo de co-evolução em produção e consumo de energia – Energia solar, baterias e veículos elétricos

Um conceito muito interessante em ciências biológicas é o da co-evolução. Organismos em um determinado ecossistema evoluiriam conjuntamente visando benefícios mútuos, se a interação for positiva, ou maior especialização no nicho onde ocupam.
Na revista Environmental Finance do trimestre um artigo sobre as tendências para geração descentralizada de energia poderia perfeitamente encaixar-se no conceito. O tema foi desenvolvido por analistas de mercado da UBS, empresa de consultoria financeira, que identificaram um potencial disruptivo no desenvolvimento da energia solar, baterias e veículos elétricos, que podem ser considerados como componentes de um sistema que co-evoluem e permitiriam uma mudança de paradigma na produção, distribuição e consumo de energia.
O artigo demonstra que os veículos elétricos serão 10% dos veículos totais na Europa em 2025 e que o potencial de geração de energia solar para alimentar as baterias desenvolvidas para estocar esta energia serão responsáveis pelo crescimento exponencial da geração descentralizada de energia, que por sua vez tornarão obsoletas as grandes plantas de produção e distribuição de energia.
Esta geração descentralizada provocaria uma redução da necessidade de investimento em grandes plantas produtoras e apontaria já para a necessidade de diversificação das atividades das empresas geradoras de energia, com o investimento em cidades inteligentes e nos smart-grids, para adequar-se a este novo possível ambiente de geração e consumo descentralizados. Os investimentos nestes três componentes, segundo o estudo, apresentaria um payback de 6 a 8 anos, sem a necessidade de subsídios.
Esta análise da UBS demonstra como um sistema com diversos componentes interdependentes (carros elétricos, baterias e energia solar) geram feedbacks positivos entre si e promoverão uma evolução disruptiva relacionada a produção e distribuição de energia e, consequentemente, à mudança da matriz energética e da demanda por grandes empreendimentos geradores e distribuidores. O mercado de produção e distribuição de energia parece estar à beira de uma mudança disruptiva bastante interessante. A conferir.

Sobre Marcio Gama

O cérebro é nossa maior especialização e nos faz humanos e complexos, capazes de pensar, gerir riscos e planejar o futuro. Nos adaptamos a todos os ambientes conhecidos e aprendemos a utilizar os recursos para nossa sobrevivência. Nesta caminhada, aprendemos a nos adaptar. Tentamos resolver os problemas que criamos e esta é a parte da nossa caminhada neste planeta, o único que temos. Sou Biólogo, Mestre em Planejamento e Gestão Ambiental e Especialista em Gerenciamento de Projetos e as análises que faço aqui refletem a minha visão sobre o tema, balizada em artigos científicos e informações de fonte fidedigna e relevantes. Espero que curtam os textos.
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.