Banco Verde em Nova Iorque

O governador do Estado de Nova Iorque revelou que pretende implementar um Banco Verde com aporte inicial de US$ 1 bilhão para investimento em tecnologias limpas. Este recurso viria do setor privado e do setor público, por meio de renúncia fiscal e taxa a ser cobrada nas contas de energia.
Sua meta é acelerar a implementação de tecnologias limpas e a geração de energia, gerar empregos e diminuir a dependência de fontes externas de energia. Com a adoção deste tipo de iniciativa, o governo do Estado mira na redução dos custos de capital e ganhar escala na geração de energia limpa.
A criação de Bancos Verdes tem sido uma ação de gestão ambiental pública e privada em diversos estados dos EUA e na Grã-Bretanha, todos vinculados à maior percepção de risco relacionado ao ambiente e à necessidade de incrementar e investir na economia verde.
Os bancos verdes são bancos que atuam em nicho específico de atuação e visam incorporar ao mainstream o investimento em tecnologias verdes, geração de energia e outras iniciativas, muitas delas ligadas às oportunidades listadas no relatório “Green Economy”, já citado neste blog. O retrofitting de edifícios, a infraestrutura, a geração de energia limpa, a agricultura sustentável, todas estas áreas estão em crescimento. O relatório apontou em suas conclusões que o Sistema Financeiro é componente crucial e estratégico na adoção da Economia Verde.

%d blogueiros gostam disto: