Relatório Towards a Green Economy – Pathways to Sustainable Development and Poverty Eradication

A UNEP – United Nations Environment Program – lançou em agosto de 2011 o relatório “Towards a Green Economy – Pathways to Sustainable Development and Poverty Eradication”, no qual foram compilados diversos estudos com forte base científica sobre os principais problemas ambientais e como tentar resolvê-los para reduzir o impacto dos processos de desenvolvimento econômico sobre o planeta. Este relatório servirá como base para discussão na Rio +20, no qual serão evidenciados os dados sobre o desenvolvimento global e as relações com a degradação ambiental e os possíveis encaminhamentos para o futuro.

Evidencia-se neste documento a necessidade de incorporar as variáveis ambientais em todo o processo de planejamento, seja ele público ou privado. O crescimento da população, aliado aos padrões de consumo cada vez mais intensos em usos de materiais e energia e ao crescimento da renda global apresentam grande ameaça para a estabilidade climática global e para as ocupações humanas, uma vez que seguindo a lógica de um sistema econômico dependente do sistema ecológico e da capacidade limitada de absorção de resíduos.

Publicarei um pequeno resumo sobre cada um dos capítulos no blog.

Um comentário em “Relatório Towards a Green Economy – Pathways to Sustainable Development and Poverty Eradication

  1. Pingback: Green Bonds emitidos por banco holandês | Gestão da Sustentabilidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: