BRF capta 500 milhões de euros em green bonds

O anúncio dos representantes do G7 sobre a redução drástica da produção e consumo de combustíveis fósseis até 2050 é uma daquelas pressões definitivas que fomentam os novos mercados relacionados à sustentabilidade e funcionam como feedbacks positivos para a geração de inovações e estabelecimento de tecnologias de geração de energia mais limpas.
Será mais um impulso necessário para que o mercado financeiro evolua de forma a gerar inovação por meio de produtos e serviços relacionados à captação e financiamento de empreendimentos sustentáveis, nos moldes do que temos comentado no blog sobre os green bonds.
Outra notícia relevante, agora no front do financiamento de atividades empresariais sustentáveis por meio do mercado de capitais, foi dada pela BRF, uma das maiores empresas globais de produção de alimentos. É a maior produtora global de carne de aves e possui um altíssimo poder de negociação com seus fornecedores e alto potencial de induzir práticas sustentáveis pelos seus parceiros comerciais e produtores associados.
A empresa emitiu US$ 557 milhões em green bonds no mercado europeu, com vistas a financiar projetos denominados “verdes”. Os bancos que lideraram a emissão foram o Bank of America Merril Lynch, o Morgan Stanley, o Deutsche Bank, Santander, BNP Paribas e Citi.
Esta captação teve relevância global e os futuros projetos a serem financiados com estes recursos serão aplicados iniciativas de eficiência energética, na redução de emissões de gases de efeito estufa, inclusive da gestão de emissões de metano, em energias renováveis, incluindo biodigestores, projetos de gestão eficiente de recursos hídricos, gestão de efluentes, empacotamento sustentável, gestão de florestas e redução do uso de materiais.

É importante enfatizar que devido à relevância dada pela gestão da cadeia de fornecimento por investidores institucionais externos a empresa conseguiu captar a taxas mais amigáveis, tendo em vista a disposição de induzir práticas mais eficientes na sua cadeia produtiva.

Exemplo e lições a aprender

Esta primeira emissão de green bonds por uma empresa brasileira de relevância global é uma daquelas iniciativas que devem ser acompanhadas de perto pelas instituições financeiras brasileiras, com vistas a replicar este tipo de ação, utilizando a sustentabilidade como atrativo de recursos para financiamento da transição dos sistemas produtivos tradicionais para os conceitos de produção mais limpa.

O mercado de capitais sinaliza, desta forma, que pode ser o melhor caminho para o financiamento deste tipo de empreendimentos, funcionando como um poderoso indutor de práticas sustentáveis nas cadeias produtivas ao gerar sinergias positivas para as empresas, seus fornecedores e para a sociedade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: