Trabalho com altíssima qualidade – The European Environment – State and Outlook – European Environmental Agency

Uma das etapas de um planejamento bem feito é a elaboração de cenários de longo prazo, visando identificar e antecipar tendências, sinais e incertezas e permitir a análise das condições do ambiente onde se atua.

A União Europeia produziu o relatório “The European Environment – State and Outlook” com o objetivo de mapear os indicadores de desempenho do ambiente europeu e elaborar cenários para o desenvolvimento destes indicadores, bem como dos fatores que influenciarão a sua evolução.

Em um estudo de cenários as premissas são importantes, bem como o casamento com as metas já estabelecidas de outros planos com a mesma interferência territorial. Neste trabalho, por exemplo, tenta-se unir os objetivos ambientais da UE aos objetivos do planejamento para o continente até 2020.

Neste trabalho foram identificados 84 tópicos de interesse com potencial para afetar os cenários de desenvolvimento. 11 tendências globais, 25 áreas de interesse em relação à economia, 9 trabalhos de comparação de indicadores e 39 resumos da situação ambiental de cada país da União Europeia.

O cruzamento das informações que constam destes trabalhos permite ao gestor ambiental ter uma visão integrada da situação e planejar as ações a serem tomadas para incrementar a qualidade ambiental de seu território, no médio e longo prazo.

As premissas adotadas para direcionar o cenário de futuro da União Europeia quanto ao meio ambiente são as seguintes:

1. Envelhecimento da população europeia em contraponto às altas taxas de reprodução em países em desenvolvimento;

2. Urbanização crescente, com migração das áreas rurais para áreas urbanas;

3. Risco de pandemias e doenças crescente;

4. Mudanças tecnológicas aceleradas;

5. Alteração do ritmo de crescimento econômico;

6. Mundo multipolar;

7. Competição por recursos naturais;

8. Pressões crescentes sobre os ecossistemas;

9. Consequências severas das mudanças climáticas ocorrerão;

10. Poluição aumentando;

11. Necessidades de governança.

A integração entre as grandes premissas e os demais dados permitem uma tomada de decisão mais qualificada. Nos próximos posts detalharei os planos de ação.

Sobre Marcio Gama

O cérebro é nossa maior especialização e nos faz humanos e complexos, capazes de pensar, gerir riscos e planejar o futuro. Nos adaptamos a todos os ambientes conhecidos e aprendemos a utilizar os recursos para nossa sobrevivência. Nesta caminhada, aprendemos a nos adaptar. Tentamos resolver os problemas que criamos e esta é a parte da nossa caminhada neste planeta, o único que temos. Sou Biólogo, Mestre em Planejamento e Gestão Ambiental e Especialista em Gerenciamento de Projetos e as análises que faço aqui refletem a minha visão sobre o tema, balizada em artigos científicos e informações de fonte fidedigna e relevantes. Espero que curtam os textos.
Esse post foi publicado em conceitos, gestão ambiental pública, gestão ambiental privada, Política Ambiental. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.