Parte 2 – Investimento em Energia e Eficiência no Uso de Recursos – Energia Renovável

A parte dois do relatório ressalta as necessidades de investimento em energia para sustentar o crescimento econômico global e que tais investimentos devem prioritariamente ser feitos em energia renovável.
Os principais pontos enfatizados no capítulo Energia Renovável são os seguintes:
1. O investimento em energia renovável tornam-se competitivas à medida em que a tecnologia avança e os custos de geração a partir de matrizes não renováveis aumentam. Houve 243 bilhões de investimento em energias renováveis somente em 2010, especialmente nos países que mais crescem, Brasil, Índia e China.
2. Os custos da inação, ou seja, da manutenção do Business as usual, são estimados em 50-170 bilhões de dólares por ano, considerada a estratégia de adaptação, não mitigação. Cada ano de atraso em deslocar a produção de energia em direção às formas renováveis adiciona 500 bilhões de dólares aos custos para mitigação.
3. As energias renováveis poderão contribuir para a segurança energética global, nacional e localmente, retirando de áreas instáveis o poder estratégico hoje existente.
4. As energias renováveis podem auxiliar na redução da pobreza e melhorar a disponibilidade de energia para casas mais pobres.
5. As tecnologias para geração de energia renovável estão mais competitivas, com o custo competindo com as das energias não renováveis. Etanol, hidráulica, eólica e solar competem hoje com os custos de transação das energias fósseis e não renováveis.
6. A energia renovável é mais competitiva quando se adicionam as externalidades negativas ao processo de obtenção e geração de energias de matriz fóssil. A energia fóssil agrega, além dos custos ambientais, a poluição e os efeitos sobre a saúde humana. Se os subsídios para a produção e consumo de combustíveis fósseis fosse contabilizada, cerca de 500-700 bilhões de dólares anuais seriam incorporados ao custo de usá-los.
7. O decrescimo das emissões de carbono seria estrategicamente interessante caso o setor da energia adotasse as tecnologias de geração de energia elétrica baseadas em renováveis.
8. A mudança da matriz energética traria novos empregos mais do que os que são gerados com a matriz não renovável.
9. A lucratividade do investimento em energias renováveis pode ser aumentada por meio de incentivos.
10. As políticas públicas são essenciais para criar tais incentivos e mudar as matrizes de produção de energia.
4. As energias renováveis podem impactar a saúde pública e auxiliar na redução da pobreza por meio da mudança da matriz de biomassa para a eletricidade em casas mais pob

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: