Parte 2 – Investimento em Energia Renovável e Eficiência no Uso de Recursos – Edificações

As cidades e seus balanços energéticos são importantíssimos para o conhecimento e enfrentamento das mudanças climáticas. Neste capítulo do relatório, são identificados seis tópicos que exigem atenção para a conversão da economia tradicional em economia verde.
São eles:
1. A pegada ecológica e de carbono das edificações é a que mais contribui para as mudanças climáticas como setor da economia. Um terço da energia produzida no mundo é usada em edificações. O setor da construção é responsável por aproximadamente um terço do consumo global de recursos, incluindo 12% da água e 40% do volume total de resíduos sólidos gerados no mundo.
2. A economia de energia em edificações, seja pela construção de edifícios verdes ou retrofitting de edifícios existentes pode resultar em economia de um terço no consumo de energia e na redução de emissões de gases de efeito estufa.
3. Utilizar princípios de construção verde pode ter impactos positivos sobre a saúde e a produtividade das pessoas, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida.
4. Os princípios de construção sustentável podem gerar empregos em diferentes tipos de atividades relacionadas à cadeia produtiva,
5. O crescimento da economia, principalmente em países emergentes, exige o consumo de materiais em quantidades absurdas.
6. Politicas públicas precisam ser elaboradas para financar a conversão para a economia ecológica e para aumentar a eficiênca do uso de energia e água.

Sobre Marcio Gama

O cérebro é nossa maior especialização e nos faz humanos e complexos, capazes de pensar, gerir riscos e planejar o futuro. Nos adaptamos a todos os ambientes conhecidos e aprendemos a utilizar os recursos para nossa sobrevivência. Nesta caminhada, aprendemos a nos adaptar. Tentamos resolver os problemas que criamos e esta é a parte da nossa caminhada neste planeta, o único que temos. Sou Biólogo, Mestre em Planejamento e Gestão Ambiental e Especialista em Gerenciamento de Projetos e as análises que faço aqui refletem a minha visão sobre o tema, balizada em artigos científicos e informações de fonte fidedigna e relevantes. Espero que curtam os textos.
Esse post foi publicado em Economia Ecológica, gestão ambiental pública, gestão ambiental privada, Política Nacional de Meio Ambiente, Relatório UNEP Towards a Green Economy. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.